Verdades e mitos sobre a bateria automotiva

Verdades e mitos sobre a bateria automotiva

A bateria automotiva é um item vital para o funcionamento de qualquerautomóvel, e conhecer suas características pode ser bom para seusproprietários. É indispensável que se tenha em mente determinados elementosreferentes ao desempenho da bateriaautomotiva e à forma como ela desenvolve suas funções no veículo em queestá instalada.

Pensando nisso, desvendamosalguns mitos acerca desse componente que podem ser bastante úteis para você.Confira:

Produção e emissão de gases

A bateria automotiva emite gases quando é utilizada. Eles fazem partedos resíduos produzidos em função de suas atividades normais. Mesmo a conhecidabateria selada é elaborada com umaestrutura através da qual os gases produzidos podem ser liberados externamente.

Isso se deve ao fato que, apesardo nome, a bateria automotiva seladanão pode ser completamente fechada – caso contrário, ela não suportaria aenergia que circula por dentro de sua estrutura, e, assim, poderia vir a atémesmo explodir.

A “bateria livre de manutenção”, que é outro tipo de modelo, é constituídapor determinados materiais que são utilizados em sua fabricação e apresentam, porconsequência, uma taxa de liberação de gases muito mais baixa. Dessa maneira,esse tipo de bateria não precisa serselado.

Bateria reserva

Após a aquisição de uma nova bateria automotiva há a prática comumde não se descartar a antiga imediatamente, mantendo-a, assim, como reserva.Não se trata de uma ação equivocada, exatamente – no entanto, é importante quese tenha em mente que manter uma bateriaantiga por muito tempo não é o mais indicado. Toda bateria automotiva precisa passar periodicamente por verificações,e, principalmente, por recargas a cada 120 dias, aproximadamente.

Bateria de prata

Considerar que baterias fabricadas com prata são todasiguais é uma concepção errônea. Existem muitos diferentes modelos de bateria no mercado que utilizam a pratacomo elemento de liga que são perfeitamente funcionais.

Baterias indicadas para cada tipo de veículo

Outro grande engano é tomar comocerteza que toda bateria é igual ouque qualquer uma pode ser utilizada em qualquer tipo de automóvel.  Cada modelo de bateria possui especificidades discriminadas em seus rótulos quedevem ser seguidas metodicamente.

Há determinadas informações quese deve ter maior consideração no momento de se escolher a bateria, como suas dimensões (que devem ser exatas para cadaveículo), a corrente de partida e sua capacidade em 20 horas (C20).

Sobrecarga da bateria

Se há uma alta passagem decorrentes através da bateria porlongos períodos de tempo, há um grande risco de ocorrer a sobrecarga. Esseproblema, no entanto, frequentemente é ocasionado não pela bateria automotiva em si, mas por um Regulador de Voltagem doautomóvel que está apresentando mal funcionamento.

É comum dizer que a sobrecarga éum problema da bateria. A verdade éque este efeito acontece devido a altas correntes passando por longos períodosde tempo pela bateria. O problema,por sua vez, é normalmente causado devido ao mau funcionamento do Regulador deVoltagem do veículo – e não pela bateriaem si.

Lembre-se de sempre adquirir baterias automotivas de qualidade – há certos fabricantes que certamente o irão ajudar a passar com tranquilidade por cada um desses pontos – como as baterias moura, por exemplo.

Com essas dicas, fica muito maisfácil para você entender alguns aspectos da bateria automotiva. Assim, você pode tomar suas decisões relativasà manutenção e preservação das suas peças.

Ainda possui alguma dúvida sobrea bateria automotiva? Entre emcontato conosco!