Dicas sobre a recarga na bateria do carro

Dicas sobre a recarga na bateria do carro

Fazer o procedimento de recarga da bateria do carro é muito simples. A prática popularmente conhecida como “chupeta” da bateria de carro é extremamente comum, e é muito fácil encontrar tutoriais na internet que ensinam a realizar o procedimento com segurança.

Apesar de ser uma prática desimples realização, há alguns detalhes que nem todos conhecem e que são degrande importância a serem destacados.

Hoje trazemos para você algumas curiosidades a respeito do processo de recarga da baterias automotivas que merecem a sua atenção. Confira:

  • Se você verificar que a bateria está descarregada, isto é, o carro não liga e nenhuma luzacende, pode ser que a bateriaesteja isolada. Nesse momento, tenha cuidado ao ligar um carregador, semacumulador, diretamente no carro. Isso pode gerar um pico de tensão que poderesultar na queima de componentes (como o painel e/ou o módulo de injeção, porexemplo);
  • Não inverta a polaridade da bateria. Uma vez que o capacitor, o diodo e a fonte não aguentam acarga, inverter a polaridade (mesmo que por um instante) pode gerar problemascomo romper a trilha do painel e estourar a fonte de módulo;
  • Outra prática insegura que também pode acabarresultando na queima de componentes como o painel, módulo e aparelho de som éfazer a substituição da bateria poruma que esteja sendo utilizada em outro veículo, fazendo-a funcionar e emseguida desconectar os cabos enquanto o carro é acelerado para se devolver nolugar a bateria que anteriormenteapresentava baixa carga;
  • Não tente criar improvisos com relação à ligaçãoda bateria – principalmente com fiosdestinados a autofalantes automotivos ou tomadas residenciais, pois isso podegerar um superaquecimento e acabar resultando em um incêndio;
  • Prefira fabricantes que trabalhem com qualidade, como as baterias moura, por exemplo. Assim, você reduz muito as chances de se deparar com problemas relativos à carga e tem maior garantia de solucionar facilmente qualquer eventualidade;
  • Ao fazer a “chupeta” na bateria, busque utilizar um cabo mais longo e espesso, pois issotorna o procedimento não só mais seguro, como também mais prático.

Essas foram as nossas dicas sobrea recarga de bateria de carro. Vocêainda possui alguma dúvida referente ao assunto? Entre em contato conosco!